Viver sem medo! Saiba porque Portugal é o 3º país mais seguro do mundo

0
2128

Essa é talvez uma das principais vantagens de viver em Portugal: sua magnífica segurança e quase inexistência de criminalidade em todo o território, sendo por isso o total oposto da realidade muito preocupante no Brasil.

Quem coloca Portugal entre os países mais seguros de todo o mundo é a capital americana, Washington, que não tem dúvidas que os números de criminalidade verificados em Portugal são de fazer inveja a qualquer um, não existindo sequer uma probabilidade grande de potenciais atentados terroristas. Isso faz Portugal um país perfeito para poder se mudar com toda sua família. Com nosso passo a passo atualizado para morar em Portugal o processo de mudança se torna simples.

Garantia dos americanos

Segundo o jornal português “Público”, o seu mais conceituado, O Departamento de Estado dos EUA reformulou o seu sistema de recomendações de segurança para viajantes e publicou este mês um ranking que atribui uma classificação de risco a todos os países, agrupados em quatro níveis de ameaça. Portugal surge na lista como um destino seguro, classificado com o Nível 1 (o mais seguro numa escala de 1 a 4), que comporta apenas a adopção de “precauções normais”.

No lote dos países mais seguros, onde está Portugal, estão também destinos como Angola, Cabo Verde, Moçambique, Austrália, Áustria, Bulgária, Canadá, Japão, Camboja, Macau, Coreia do Sul e Vietname.

Espanha, pelo contrário, está classificada como um destino Nível 2 devido ao risco actual de ataques terroristas. “Os grupos terroristas continuam a organizar possíveis ataques em Espanha. Podem atacar com pouco ou nenhum aviso, e os seus alvos são pontos turísticos, mercados, centros comerciais, edifícios governamentais, hotéis, clubes, restaurantes, locais de culto, parques, locais desportivos, escolas, aeroportos e outros locais públicos”, lê-se na avaliação que acompanha a nota.

O mesmo alerta é repetido em relação a França, Itália, Alemanha, Bélgica e Reino Unido. Estes países, tal como Espanha, estão no Nível 2. Tal como países como o Brasil e o México, em relação aos quais se alerta para “áreas de alto risco de segurança” e para elevados níveis de criminalidade.

Mas quais são afinal os países mais perigosos do mundo?

Na lista de países mais perigosos, no Nível 4, com uma recomendação expressa para não visitar, está sem surpresas a Coreia do Norte. A ela juntam-se o Afeganistão, República Centro-Africana, Irão, Iraque, Líbia, Mali, Somália, Sudão do Sul, Síria e Iémen. Apesar da mensagem imperativa escrita a vermelho, o aviso de “Não viajar” não se traduz necessariamente numa proibição concreta para os cidadãos – à excepção da referida Coreia do Norte, destino para o qual os norte-americanos estão actualmente impedidos de viajar.

Até o Governo português comenta essa realidade fantástica

“Portugal é considerado, por avaliações internacionais, como o terceiro país mais seguro do mundo e isso é essencial antes de mais para os portugueses, para a consciência de tranquilidade, de vida em comunidade, mas também é fundamental para a economia, porque só um país seguro atrai turistas, investidores e novas populações”, disse Eduardo Cabrita, um atual ministro do Governo português.

Se quiser viver nesse país maravilhoso, tenha suas dúvidas eliminadas e faça parte da nossa enorme equipe que com nosso curso atualizado entrou e se legalizou em Portugal, sabendo de tudo para tornar o processo rápido e simples.

A realidade oposta do Brasil atual

Segundo o site do “Estadão”, de acordo com os números, houve 2309 tiroteios ou disparos de arma de fogo na Região Metropolitana do Rio de Janeiro nos 3 meses após a intervenção militar autorizada por Michel Temer. No mesmo período do ano passado – 16/02 a 15/05 de 2017 -, foram 1239 notificações. Houve, portanto, um aumento de 86% nos registros de tiroteios/disparos.

A Praça Seca foi o bairro da região metropolitana que mais registrou tiroteios/disparos de arma de fogo (100), seguido de Cidade de Deus (68), Rocinha (68), Complexo do Alemão (65) e Vila Kennedy (63). Somente nas últimas 24h, o Fogo Cruzado registrou um tiroteio/disparo de arma de fogo a cada 40 minutos na região metropolitana do Rio de Janeiro. Foram 36 notificações nesta quinta (17). Ao menos 3 pessoas morreram e 7 ficaram feridas.

Viver sem medo! Saiba porque Portugal é o 3º país mais seguro do mundo
Rate this post