Cerca de 40% não entendem os rótulos de alimentos.

Cerca de 40% dos consumidores portugueses não entendem a informação nutricional básica sobre os rótulos dos alimentos, de acordo com um estudo ordenado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

 

Os estudos do Instituto Português de Administração de Marketing, realizado em nome da DGS e validado pela Organização Mundial da Saúde, foi realizado com base em uma amostra de 1.127 consumidores e será emitido na segunda-feira (23/10) , que também é Dia Mundial da Alimentação.
O objetivo era entender quão claramente os consumidores entendiam a informação sobre os rótulos dos alimentos.

Mais da metade dos consumidores pesquisados, olha os rótulos dos alimentos para ver o prazo de validade, como usar esse produto em particular e entender a informação nutricional. No entanto, quando os resultados foram analisados, 40% não entenderam a informação fornecida.
O estudo também concluiu que quanto mais qualificado é um consumidor, mais chances eles têm de entender o rótulo. De fato, uma das barreiras para a compreensão da informação sobre rótulos de alimentos é o baixo nível de alfabetização entre a população portuguesa levando a dificuldade em entender a informação nutricional, disseram os autores do estudo.

A análise levantou a questão de como a informação é apresentada nos rótulos, disse o diretor do Programa Nacional para a promoção da alimentação saudável da DGS.
Como solução, o DGS lançou um sistema de “semáforo” que categoriza os alimentos em vermelho, amarelo e verde. Os consumidores são encorajados a optar por alimentos e bebidas rotulados como verdes e para evitar aqueles com as etiquetas vermelhas.

.

Quer trabalhar com a internet e sem correr riscos? CLIQUE AQUI.