Vai morar em Portugal? Tudo o que precisa saber, se quiser comprar carro

0
1068
Compartilhe!

Vai morar em Portugal? Tudo o que precisa saber, se quiser comprar carro

Vai morar em Portugal? Quer comprar carro? Então, tome nota de tudo o que precisa e deve saber, para encontrar o automóvel ideal para si e para a sua família.

Está habituado a utilizar o carro para ir a todo o lado? Olhe que vai ficar admirado com a pontualidade, segurança e facilidade em usar transportes públicos em Portugal. Porém, não há nada que bata a comodidade, rapidez e eficiência de ter transporte próprio e, se vai morar em Portugal, mais tarde ou mais cedo, certamente vai querer comprar um carro.

Portugal é um país consideravelmente pequeno. Contudo, os seus encantos são mais que muitos e alguns dos sítios mais incríveis practicamente apenas podem ser acessados se tiver carro próprio, como é o caso da Serra da Estrela ou do Santuário de Fátima, duas das atracções turísticas mais conhecidas e mais belas de Portugal.

Se vai morar em Portugal, existem muitas vantagens em ter carro, entre elas a mobilidade, o conforto, a economia de tempo, a liberdade e, até mesmo, o lazer (sim, porque existem estradas tão lindas em Portugal que conduzi-las é mesmo um prazer, não só para quem gosta de carros, mas para quem aprecia belas paisagens, como é o caso da estrada da Falperra em Braga, da estrada da Serra de Sintra ou da estrada do Guincho, em Cascais).

Veja, então, tudo aquilo que precisa saber se quiser comprar um carro em Portugal, desde onde comprar, como comprar e quais os procedimentos legais para poder circular com um carro naquele que é considerado o melhor destino turístico do mundo e um dos melhores países da Europa para se viver.

Vai morar em Portugal e quer comprar carro? Atente nestas 4 questões

1. Novo ou usado?

Esta é uma dúvida persistente (e pertinente), cuja resposta, em Portugal, tem pendido para o lado da segunda alternativa. Ambos têm as suas vantagens e desvantagens. Porém, o factor “preço” tem sido aquele que tem levado os portugueses e quem quer morar em Portugal a comprar carros semi-novos ou carros usados.

Embora quando compra um carro com 0 quilómetros saiba, à partida, que este não terá qualquer problema nos próximos tempos, que a tecnologia será a mais recente e que consumirá também menos combustível, terá sempre que contar que o preço a pagar será alto. Muito alto.

Em média, um carro em Portugal desvaloriza cerca de 50% nos primeiros 4 anos e este é o principal motivo que leva as pessoas a escolherem um carro usado. Pode não ser o mais recente, nem o mais económico, mas é o mais barato e a sua carteira vai agradecer.

2. Diesel ou gasolina?

Escolher entre um carro a diesel ou um carro a gasolina dependerá do número de quilómetros que fizer por ano.

Em Portugal, grande parte dos automóveis é a gasóleo, fruto do menor preço deste combustível. Contudo, no último ano, a tendência inverteu-se e foram vendidos mais carros a gasolina do que a diesel, o que revela que a tendência do mercado está a mudar.

Ainda assim, se planear fazer muitos quilómetros, deve ponderar comprar um carro a gasóleo. Embora a manutenção seja mais cara, o consumo é menor e o preço do gasóleo é também mais barato.

Se as suas voltas forem, na sua maior parte, à volta da cidade, deve então optar por comprar um carro a gasolina. Embora seja um pouco mais cara por litro, a manutenção destes carros é mais simples e o preço de aquisição do próprio automóvel fica também bastante mais em conta.

3. Onde comprar?

Se optar por comprar um carro novo, deverá dirigir-se até um concessionário da marca, para encontrar o carro dos seus sonhos. Caso opte por comprar um carro usado, as ofertas são mais amplas: poderá comprar num stand ou, até, a um particular.

Nesse caso, poderá dirigir-se a um stand de automóveis usados (há milhares em Portugal) ou, então, poderá também procurar no site do Standvirtual, o número 1 em carros usados, em Portugal.

O Standvirtual é um site onde os vários anunciantes, quer profissionais, quer particulares, publicam anúncios dos automóveis que estão à venda.

Mas, quais as vantagens de procurar no Standvirtual? A resposta é simples: a comodidade e a oferta. Practicamente todos os stands em Portugal têm os seus carros publicados no Standvirtual e lá poderá filtrar por marca, modelo, preço, combustível, lotação e, até mesmo, cor! Deste modo, não só conseguirá encontrar o carro ideal para si, mas também poderá comparar as várias ofertas e garantir que faz a melhor compra.

No standvirtual há também carros de diversas marcas como: Mercedes, Peugeot, Renault, Toyota e muitas outras.

4. Quais os impostos a pagar?

Esta é a parte menos “divertida” de ter carro em Portugal: os impostos.

Qualquer carro que circule em Portugal está obrigado, por lei, a cumprir alguns requisitos que lhe custarão algum dinheiro por ano, a saber: seguro de responsabilidade civil, imposto único de circulação e inspecção periódica obrigatória válida.

O seguro de responsabilidade civil é uma obrigatoriedade da lei portuguesa e custar-lhe-á perto de 200€ por ano (dependendo do carro em questão, mas assumimos o preço para um carro de gama média, com um valor comercial a rondar os 10.000€).

O imposto único de circulação é um imposto pago anualmente e cujo valor varia consoante o combustível, ano, cilindrada e emissão de gases poluentes (CO2). Se comprar um carro anterior a Julho de 2007, o valor de IUC será próximo dos 50€. Caso o carro seja mais recente, o valor poderá ir dos 120€ até próximo dos 500€ (caso compre um topo de gama superdesportivo).A inspecção periódica obrigatória (ou IPO) é, também, um requisito do governo português para que qualquer carro possa circular na estrada. Esta inspecção é realizada, pela primeira vez, quando o automóvel tem 4 anos; é feita, pela segunda vez, aos 6 anos de idade do veículo; a terceira vez aos 8 anos de idade do mesmo; e, posteriormente, deverá ser feita 1 vez por ano, no máximo até ao mês da matrícula do automóvel (um carro comprado dia 25 de Julho, deverá fazer a inspecção todos os anos, até esta data). Esta inspecção tem um custo fixo de 30,70€ para automóveis ligeiros de passageiros.

Facebook Comments