Perguntas e Respostas Sobre Morar em Portugal

Sou mulher, sou mãe, sou esposa, trabalhadora e agora sou também uma imigrante em Portugal.
Tenho 33 anos e morar em Portugal tem sido uma experiência única na minha vida, eu espero, neste artigo passar o máximo de informações do que uma mulher brasileira, mãe, esposa e imigrante passa em sua nova jornada quando decide morar em Portugal.

Vamos falar sobre as principais dúvidas de quem chega em Portugal, mas antes de chegar nas perguntas devemos aprender uma coisa.

Para quem eu faço as minhas perguntas sobre morar em Portugal?

Uma das coisas que eu gosto sempre de deixar bem claro nas postagens aqui do blog é que a informação pessoal de quem compartilha de suas experiências em Portugal é pessoal, nem todo mundo vai ter a mesma “sorte” ou as mesmas “decepções”.
Quando se trata de opinião sobre lugares onde vivemos é interessante saber filtrar o que é válido para você, para que não tenha decepções futuras. Não crie ilusões (ruins ou boas) sobre o que determinadas pessoas viveram. Experiências pessoais não são verdades absolutas, o que aconteceu com uma pessoa, não quer dizer que vai acontecer com outro e assim por diante.

As únicas verdades absolutas que você vai encontrar sobre morar em Portugal são as informações oficiais.
Como emitir documentos, procedimentos de legalização, procedimentos de matriculas escolares. O resto é opinião e sobre opinião você tem que usar os seguintes filtros:

  • Quem me passa determinada opinião sobre morar em Portugal é pessimista, otimista ou realista?

O Otimista vai te passar só o lado bom de morar em Portugal, não vai te dizer que é fácil, mas vai te fazer entender que é. Neste ponto é onde mora o perigo. Para o otimista tudo dá certo

O Pessimista vai te dizer que morar em Portugal é uma tristeza só, que foi a pior coisa que fez na vida, que os portugueses são preconceituosos, vai dizer que não tem emprego, vai dizer que muita gente passa fome e que é melhor não vir. Mas o pessimista nunca sai de Portugal para ir para um lugar “supostamente melhor” como ele mesmo diz.

O realista é aquele cara de te mostra os dois lados, o lado positivo e o lado negativo, ele vai te dizer que morar em Portugal é bom, mas não é fácil, vai te dizer as dificuldades que passou e vai mostrar as facilidades. O realista vai te mostrar que você pode morar em Portugal ou em qualquer lugar do mundo e passar pelas mesmas situações de qualquer imigrante. A diferença vai ser como VOCÊ vai superar as dificuldades que aparecerem no seu caminho.

Eu nunca havia saído do Brasil quando decidi que ia morar em Portugal, a primeira coisa que fiz foi interagir com as pessoas. Entrei em diversos grupos de Whatsapp, Facebook e me inscrevi e inúmeros canais de YouTube. A primeira coisa que notei foi o desencontro de informações oficiais. Nos grupos de whatsapp, cada um falava de sua experiência, uns diziam que de um jeito dava, outros diziam que não dava e a confusão começava, eu recorria ao Youtube, lá no Youtube tem uma galera que também fala de suas experiências, pouco fala das regras oficiais do país. Minha primeira lição com isso foi:

Leis e regras sobre morar em Portugal devem ser esclarecidas em sites OFICIAIS

Gente, experiência pessoal não é regra, nem é lei. Sei que não é por maldade, o pessoal tenta se ajudar mesmo, é legal interagir e fazer amizades (fiz muitas amizades inclusive), mas o assunto é sério quando se trata de informações oficiais. Qualquer deslize pode ser um enorme problema. Não tenho nada contra Youtuber’s, mas alguns fazem vídeos “polêmicos” só para ter uns views…. saibam filtrar informações oficiais através de sites oficiais.

Site do SEF – CLIQUE AQUI
Consulado Portugal – CLIQUE AQUI
Site da Segurança Social – CLIQUE AQUI
Site das finanças – CLIQUE AQUI
Site do Cnai – CLIQUE AQUI
Site da Junta da freguesia – CLIQUE AQUI
P
ortal do cidadão – CLIQUE AQUI

 

Cheguei em Portugal e as perguntas no meu perfil do Facebook eram muitas, mas em sua maioria as mesmas…. Vamos falar de cada uma delas agora.

Está gostando de morar em Portugal?

Sim, estou. Desde que decidi morar em Portugal, não pesquisei pelas cidades que não tinha interesse, a única coisa que me preocupava é se conseguiria emprego na cidade que escolhi morar. Isso sim, me faria mudar de destino.
Escolhi morar em Cascais com a minha família…. no começo pensávamos em Lisboa. A cidade de Lisboa é linda realmente, mas o meu desejo era morar na praia e numa casa (não em apartamento) me fez focar meu objetivo em Cascais.

Para quem não conhece, em Cascais você encontra muitas casas, com quintal, aqui eles chamam de vivendas. Algumas são alugadas por andar, outras a vivenda inteira… Em Lisboa são muitos apartamentos, por toda a parte, claro que isso não é impedimento de moradia para ninguém, isso vai do gosto pessoal de cada um.

Só mora rico em Cascais?

Todo mundo comenta por aqui que quem mora em Cascais é “tiozinho” ou “tiazinha” de Cascais, esta gíria é praticamente dizer que Cascais só mora playboy. Mas não é bem assim que a coisa funciona.
Em todas as regiões de Portugal existe gente rica morando, o que falam sobre ser mais abastado porque mora em Cascais é porque além de ser uma região praiana é uma região de aluguel um pouco mais elevado.
A média de aluguel em Cascais é de 600€ num T2 (2 quartos), mas este é o valor também que se cobra no aluguel em Lisboa. O que eu tiro de conclusão com  isso é que, para quem quer morar em lugares mais turísticos o aluguel sai mais caro sim, mas para quem mora em regiões próximas acaba pagando um aluguel mais barato.
Conheço muita gente batalhadora e simples morando em Cascais.



É difícil conseguir emprego?

Se não tiver residência, não espere que seja fácil. Muitas pessoas tem a oferta de emprego negada por causa do documento de residência. Essa é uma realidade! Muitos conseguem emprego? Sim, claro!
Mas geralmente são empregos mais simples, com salário baixo, onde sua formação e seu reconhecimento profissional do Brasil não vai ser considerado se não tiver a residência.
mesmo assim, são muitas as pessoas que se arriscam e vem morar em Portugal para pegar depois a residência. Cada um tem seus motivos e eu não estou aqui para julgar, pelo contrário, no que está ao meu alcance eu ajudo pois sei que a grande maioria destas pessoas está correndo atrás de um futuro melhor para suas famílias.

Tem muitas pessoas que dizem que não tem emprego, e o que tem é 550€ e com isso não se vive.
Se você é advogado, doutor, ou executivo e está irregular em Portugal, seu emprego será servindo cafés, limpando chão ou trabalhando na obra, porque quem está irregular não tem o poder de “escolher trabalho”. O importante é vir com reserva de dinheiro, pois os primeiros trabalhos vão ser fontes de contatos para trabalhos melhores, mesmo que no início você ganhe pouco você começará a ter algo valioso – CONTATOS!

Conheço amigas que estão a anos aqui, trabalham e ganham muito bem em Portugal, mas o começo foi dureza.

Meu primeiro trabalho foi em restaurante, entrava as 10h da manhã, saía às 15h voltava às 18h e não tinha horário certo para sair. Não ganhava hora extra, trabalhava o tempo todo em pé, muitas vezes a dor nos pés era tão grande que mal conseguia caminhar, Mas eu tinha um objetivo e suportar a fase difícil fazia parte dos planos. Estava preparada.

Os portugueses(as) tem preconceito com as Brasileiras?

Quando cheguei em Portugal ouvi milhares de histórias, histórias de que as brasileiras acabam com os casamentos, histórias de brasileiras que são “profissionais da noite”, histórias de xenofobia, histórias de racismo.
Falo do que eu vi e do que eu vivi, falar a experiência de alguém que contou pra outro alguém é boato.

Não sofri nenhum tipo de preconceito por ser mulher brasileira, me adaptei aos costumes daqui. Os portugueses têm um jeito de falar peculiar, são diretos em suas palavras, isso para quem está chegando assusta.

A primeira coisa que notei é que quem tem mais dificuldade de adaptação é aquele que vem do Brasil é que trazer os costumes brasileiros na mala. Uma coisa que se deve entender, Portugal não vai virar o Brasil, Estados Unidos não vai virar o Brasil e o Japão não vai virar o Brasil.

Se no Japão eu tenho que tirar os calçados para entrar em um restaurante, eu vou tirar, foi eu quem decidiu viver a cultura deles. Chegar em um país e querer fazer o que se fazia no Brasil pode por muitas vezes pegar mal.

Me adaptei com o vestuário, com o jeito de falar e comportar.

Aprendi a diferença entre educação vs simpatia. Simpatia é quando você deseja um “bom dia” sorrindo e espera um sorriso de volta. Educação é quando você não precisa de um sorriso para dar “bom dia”.

 

É difícil alugar casa em Portugal?

Mesmo com cidadania Portuguesa, as imobiliárias adotaram a prática do fiador. Neste caso, quando você chega e não conhece ninguém, fica difícil de conseguir alugar diretamente numa imobiliária.
O que eu fiz? Pesquisei no olx.pt e no custojusto.pt alugueis que fossem diretamente com o proprietário.
“Com ou sem” residência e cidadania…. a forma mais fácil de locar uma casa é diretamente com o proprietário.
Há opções de alugar por temporada no Booking e o Aibnb, é uma excelente alternativa alugar por uns 20 dias através do Booking ou do Airbnb, pois dará tempo de você escolher uma casa.



Booking.com

Mas como é por temporada acaba saindo mais caro e não dá pra se acostumar com a região.
No olx.pt e no custojusto.pt existem opções de casas mobiliadas (aqui eles chama de equipadas ou mobiladas) ou semi mobiliada.
O aluguel é algo que depende de sorte  e contato mesmo. Eu, por exemplo, uma vez consegui através de um contato que me deram em um café, caminhar, perguntar nos cafés é sempre uma boa alternativa.

Casas com preço bom são alugadas muito rápido, muitas vezes nem aparecem na internet, por isso perguntar em cafés pode ser bom e barato.

 

Como saber onde morar em Portugal?

Minha maior dificuldade no começa era essa e hoje sei que é a dificuldade de muitas pessoas. Onde morar que seja próximo a Lisboa? Ô perguntinha difícil essa.
Quando perguntava, uns falavam cidades, outros falavam que não era cidade que era distrito, outros diziam que não era distrito que era bairro e eu ficava naquela confusão mental…
Fui pro Google mapas, que não me ajudou muito, porque eu como não conhecia absolutamente nada, não fazia ideia de que tipo de transporte público iria utilizar para determinadas regiões.
Achei uma solução pra isso e vou compartilhar com vocês. Isso me ajudou muito a procurar para amigos apartamentos no Olx.pt, pois comecei a ter uma ideia de distância e de transportes para determinadas regiões.

Linhas de transportes

Linhas de transporte Lisboa e região
Foto: Divulgação Morar em Portugal

Quer baixar essa imagem? CLIQUE AQUI

Alugo carro ou ando de táxi?

Quem não gosta de comodidade? Um carro é sempre um facilitador na vida de muitas pessoas.
Mas a pergunta é? o que vale mais à pena?
Vamos aos comparativos sobre os trajetos que eu já usei com Táxi e Uber.
Para ir de Táxi ou Uber de Lisboa à Cascais a média é de 35€. Só a ida. Até então eu achava barato, pois reservar o aluguel de um carro estando no Brasil sairia uma média de 100€ diários o aluguel.

Mas eu descobri um detalhe nisso, reservar um carro em Lisboa estando no Brasil é muito mais caro do que alugar estando em Portugal, a diferença é grotesca!

Fiz um orçamento, do mesmo carro para 3 dias.
Reservando no Brasil o aluguel sairia por 120€ – o DIA
Alugando em Portugal, pelo site sai por 17€ – os 3 DIAS!!!!!
Este orçamento fiz através da Rentalcars que tem um filtro onde aparecem diversas locadoras e seleciona pra você a que tem o menor preço.

Aluguel de carro Rentalcars- Morar em Portugal

O que você vai precisar ter além dos documentos? Um cartão de crédito, com uma reserva de 1200€ para a locadora segurar caso aconteça acidentes ou multas.  Caso não aconteça nada, o valor retido no seu cartão será liberado.
A quilometragem é livre, você pagará pelos pedágios e pela gasolina que vai gastar. Mais barato que táxi não acha?

Alugar carro ou pegar táxi? Morar em Portugal

Alugar carro ou pegar táxi? Morar em Portugal

 

Sei que as dúvidas vão e vem o tempo todo, até mesmo depois de chegar em Portugal as dúvidas continuam. Mas espero ter conseguido te ajudar com este artigo. E não esqueça de pesquisar sobre assuntos oficiais diretamente na fonte 🙂 um forte abraço e que Deus abençoe seus planos!




Cadastre-se em nossa Lista

Patrícia Alves

Fundadora e proprietária do site Morar em Portugal. Mãe, esposa, web marketeer e imigrante em Portugal. Mora em Cascais com o marido e as filhas.Clique no ícone do Facebook para acessar meu perfil

Website: https://moraremportugal.com