Lisboa, Setúbal, Faro e Porto acolhem as 10 ruas mais caras para comprar casa em Portugal

0
844

Lisboa, Setúbal, Faro e Porto acolhem as 10 ruas mais caras para adquirir casa em Portugal, de acordo com estudo realizado pela plataforma online de imobiliário Idealista.

Lisboa, Setúbal, Algarve e Porto acomodam as ruas mais caras para comprar casa em Portugal, afirmou um estudo de mercado publicado esta terça-feira. O estudo, realizado pela plataforma online de imobiliário Idealista, buscou apurar quais as 10 ruas mais caras do país.

Em primeira posição ficou a Rua do Salitre, que liga a Avenida da Liberdade ao Largo do Rato, em Lisboa. O preço mediano da habitação é de 2.820.312 euros. O segundo lugar do pódio cabe à Urbanização Soltroia, em Setúbal, cujo o preço médio é de 1.926.818 euros. Lisboa recebe ainda a medalha de bronze. Na Rua Fernão Mendes Pinto, Belém, adquirir um imóvel custa em média 1.912.731 euros.

Na relação apresentam também a Rua Dom Afonso Henriques (Cascais), o Loteamento Fonte Santa (Quarteira), a Rua A Gazeta D’Oeiras (Oeiras), a Avenida Marechal Gomes da Costa (Porto), a Avenida 24 de Julho (Lisboa), a Urbanização Varandas do Lago (Almancil) e a Avenida da República (Lisboa).

A relação foi apurada através do cálculo do “preço mediano definitivo de apartamentos e moradias anunciados na mesma rua”, Levando em consideração apenas as ruas onde existia pelo menos 10 imobiliários anunciados. No entanto, o Idealista assegura que o “estudo apenas apresenta os preços médios das ruas, o que não representa que sejam as casas mais caras de cada mercado”, pode ler-se no site.

O preço da habitação em Portugal desembestou nos últimos três anos. No primeiro trimestre de 2018, a alta foi de 12,2%, a quarta maior alta na União Europeia — muito Superior a da média europeia, que ficou nos 4,7% de crescimento.