ESTES SÃO OS MAIORES PROBLEMAS DE PORTUGAL

0
34692
morar em portugal
aeroporto de Lisboa
Compartilhe!

Segunda-feira, como todo início de semana, paro alguns minutos para ler as notícias que andam a circular no Brasil e me deparo com o título da matéria:

“Frustrações de brasileiros em Portugal”

Brasileiros que retornam para o Brasil reclamando dos inúmeros problemas de Portugal. Claro que eu, como uma leitora imparcial e justa, fui logo ver do que se tratava, pois sabemos que Portugal não é um país perfeito (Se você conhecer um país perfeito deixe aqui nos comentários ok?!).

Comecei a ler a matéria  logo percebi que o jornalismo estava realmente preocupado em captar a frustração pessoal e transformar em um problema de Portugal. Vamos aos fatos!

Primeira reclamação: “Portugal tem um salário baixo”

Ah sério mesmo que uma pessoa muda de país e não sabe o salário que pagam lá gente???

Segunda reclamação. “Portugal tem muitos fumantes”

Se a pessoa tivesse lido só algumas notícias sobre Portugal já saberiam disso, mas diferente do nosso Brasil, em Portugal as pessoas fumam CIGARRO.

Terceira reclamação: “Tive que trabalhar como garçonete”

Se você quer entrar no mercado de trabalho mais evoluído você tem que ser uma pessoa mais evoluída intelectualmente, além de entrar com o visto correto para trabalhar. No Brasil não vão te exigir inglês para trabalhar em um escritório, mas na Europa SIM e se você fizer um planejamento básico para viver na Europa saberá que o inglês é a segunda língua oficial de Portugal.

Sabe o que me deixa realmente chateada? É que a gente fala umas 1000 vezes pras pessoas estudarem o país, pesquisarem, lerem as notícias e até escutarem as músicas para aprenderem mais sobre a linguagem, que sim, é diferente.

Eu, quando cheguei em Portugal já sabia de tudo isso, por mais de um ano vivi Portugal estando no Brasil. Quando cheguei em Portugal enfrentei sim muitos desafios, mas posso dar a certeza de que estava preparada para todos eles.

Mas eu tinha certezas na minha mente que me fizeram permanecer aqui.

Eu posso atender o celular na rua, coisa que se você fizer no centro de Porto Alegre tem o celular arrancado das mãos. SIM o SEU telefone é TIRADO de você!
Em Portugal eu não tenho medo de fazer saques nos caixas eletrônicos (que por acaso se encontram nas ruas), também não tenho medo das famosas “saidinhas de banco” que tem em massa no Brasil.

Já ouviu falar em arrastão? Carros parados e assaltos em massa? Isso não tem em Portugal! Aqui você para nos semáforos dia ou noite.

Assalto a mão armada? Quando acontece em Portugal é notíciado a semana inteira, pois isso não é normal no terceiro país mais seguro do mundo.

Já perdi a minha carteira em Portugal com todos os meus documentos. Não esperava que fossem devolvidos e foram! Foram devolvidos os documentos e o dinheiro que estava nela. O mesmo aconteceu com meu pai, que perdeu a carteira na rua, ela foi entregue numa esquadra e os policiais foram até a minha casa devolver a carteira do meu pai.

Sabe porque isso acontece? Porque aqui o salário é pequeno mas as pessoas tem caráter e respeito! Sabe porque você encontra com Portugueses que não gostam de Brasileiros? Porque já teve uma turma aqui que fez bagunça. Alguns  portugueses não esquecem isso porque foram muito prejudicados.

Passar a um jornal a experiência frustrada de alguém que não se planejou corretamente é fácil, além de ser uma  matéria preguiçosa. Procurem agora relatar a experiência de quem passou pelo desafio de ser imigrante e permaneceu.

Falem dos pais que imigraram com seus filhos porque no Brasil ninguém tem segurança. Todos os dias aparece uma matéria de crianças que são estupradas e o “direitos humanos” defende o estuprador.

Falem dos imigrantes que saíram do Brasil porque sofreram sequestro relâmpago.

Falem dos imigrantes que foram para Portugal porque cansaram de ser assaltados no Brasil.

Falem dos imigrantes empreendedores que tiveram que fechar seus negócios no Brasil, para limpar chão em Portugal porque eram assaltados semanalmente e perderam seus investimentos.

Não…. mas isso não vão falar.

Todos tem o direito de ser feliz onde quiserem e onde se sentirem bem. O que não pode acontecer é de uma experiência pessoal ser tratada como um problema nacional.

Ninguém obriga ninguém a vir para Portugal, ninguém obriga a ficar. Mas jogar sua incapacidade de superar os desafios de ser imigrante no país que te acolheu…. JAMAIS!

Portugal é para os fortes!

Imagem DaLiu Shutterstock