Empresa de Portugal convoca brasileiros para grande processo seletivo industrial

0
79083

Têm interesse em trabalhar em Portugal? Esta é a grande chance de suas
vidas se vocês são Soldadores, Serralheiros, Eletricistas, Pintores,
Auxiliares de fábrica e Engenheiros

Boas chances de trabalhar em Portugal no setor industrial do país acabaram de sair, divulgação direta da Empresa de
Recursos Humanos Ability, especialista em seleção de estrangeiros. As vagas são reais, atualizadas e direto da fonte, então
podem ficar tranquilos quanto a veracidade da matéria porque estamos sempre prezando pelo melhor conteúdo para
nossos leitores, às devidas fontes vocês encontrarão no decorrer do artigo.

Conforme vocês perceberam acima, a empresa necessita de mão de obra em várias funções com um quantitativo total de
100 vagas disponíveis em Portugal. Indagamos a empresa se brasileiros estariam aptos a se candidatarem, a resposta foi positiva.

Os cargos são para:
Soldadores
Serralheiros
Eletricistas
Pintores
Auxiliares de fábrica
Engenheiros

Isto fez a industria de Portugal procurar mão de obra em outros países, principalmente no Brasil, que é o caso do assunto de hoje.
Se você têm interesse em trabalhar em Portugal, os requisitos são experiência na área, formação ou cursos específicos para os cargos descritos acima, não ter antecedentes criminais e passa-porte válido. De acordo com os relatos de nossos seguidores que já trabalharam por lá, estes são os requisitos básicos. A empresas mandará um e-mail pedindo estes documentos e a entrevistas poderão serão efetuadas via Skype, então fiquem atentos.

O contato para estarem enviando seus currículos é vagasportugal@ability-rh.com.

Quer trabalhar em grandes empresas multinacionais em 2019?
Fazer Curso de Inglês – Se você já é profissional do setor, com curso técnico ou superior, você deve fazer o Curso de Inglês para Iniciantes Clicando aqui .
Muitas multinacionais enfrentam o problema de não terem profissionais que não dominam este idioma, obrigando-as a contratarem de outros países e desvalorizando a mão de obra nacional.