Coronavírus pode pôr em risco até 50 milhões de empregos no sector das viagens e turismo

0
785
Compartilhe!

Viagens internacionais devem cair 24% em 2020, o que pode levar a uma redução do emprego entre 12% e 14% a nível global, mostram dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo

Via: Expresso

pandemia de novo coronavírus está a colocar em risco até 50 milhões de empregos no sector das viagens e turismo mundial, noticia esta sexta-feira a Reuters, citando dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo. E as viagens internacionais devem cair um quarto este ano.

O equivalente a perdas de três meses nas viagens globais em 2020 “pode levar a uma redução correspondente no emprego entre 12% e 14%”, declarou em comunicado o mesmo organismo. O sector do turismo representa 10% do emprego e do PIB mundial.

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo apelou ainda aos Governos para removerem ou simplificarem a atribuição de vistos sempre que possível, além de diminuírem impostos relacionados com viagens e introduzirem incentivos assim que a pandemia estiver sob controlo.

Além disso, refere, é ainda importante aumentar os orçamentos para promover os destinos turísticos.

Para Gloria Guevara, presidente executiva daquele organismo, o surto de coronavírus “representa claramente uma ameaça significativa ao sector como um todo, aos seus trabalhadores e àqueles que queriam continuar a viajar”.

A notícia surge depois de vários voos internacionais já terem sido cancelados na sequência do surto e de os Estados Unidos, Bolívia, Argentina e Venezuela terem anunciado o encerramento das fronteiras para voos oriundos da Europa.

Em Portugal, a TAP já anunciou que vai cancelar mil voos até abril e cortar nos custos, investimentos e contratações. Também os hotéis portugueses divulgaram que podem perder 7,3 milhões de dormidas e 800 milhões de euros em quatro meses, por causa do surto de Covid-19.

Saiba como trabalhar à partir de casa, usando só a internet. CLIQUE AQUI