Como disse? Saiba as expressões insanas dos portugueses, que só eles enxergam

0
387

A língua é a mesma, mas a verdade é que muitas vezes os brasileiros não conseguem enxergar nada do que os portugueses dizem. Nós agora ajudamos a que você finalmente entenda.

Apesar de ser ainda uma lista curta de todas as expressões populares que por vezes vai ouvir em Portugal, a verdade é que se souber dessas expressões aí, já se pode sentir um pouco mais integrado na cultura. Relembramos que com o nosso passo a passo atualizado para morar em Portugal todo esse processo vai se tornar ainda mais simples.

Expressões populares que apenas os portugueses entendem

Como garante o site “Terra”, essas são variações que enriquecem um idioma, ao mesmo tempo em que chamam a atenção e provocam risadas em ambas as culturas.

Pedir um “garoto” em uma padaria pode parecer bizarro para um brasileiro. Mas é simplesmente pedir uma taça pequena de café com leite para os lusitanos. Já em regiões como a do Porto, por exemplo, não espante-se se, em um bar,  o cliente pedir por um “fino”, um “príncipe” ou um “rei” –variações do copo de chopp (200, 300 e 400ml) por lá. Algumas podem assustar de verdade: chamar alguém por “moço” é vulgar em Portugal. Por outro lado, referir-se ao “cu” é corriqueiro – seria o bumbum, palavra tão usada pelos brasileiros.

“Carapau, preferes esperar o autocarro ou eléctrico? Porque não vens no meu carocha descapotável?”.

Mas que frase é essa? Piropo é uma cantada “Carapau” seria uma versão bem cafajeste do “gatinha” ou gostosa”. O “autocarro” não é um carro automático, mas sim ônibus para os portugueses. E “eléctrico” é o bonde tão comum por lá. Já o “carocha” é o bom e velho Fusca que, neste caso, é conversível, ou melhor, “descapotável”.

“Este gajo mata-me. Por favor despeja o autoclismo quando fores à casa de banho”

Como disse? “Gajo” é o equivalente ao “cara” do Brasil. E, sim, na “casa de banho” (banheiro, onde mais?) puxa-se o “autoclismo” e não a descarga

“Mãe quero um gelado, rebuçados, gelado e um sumo de ananás”

Puto” ou “miúdo” são como chamam as crianças por lá. “Pastelaria” é onde vendem doces e guloseimas, tais como o “chupa-chupa” (pirulito), “rebuçado” (bala), “gelado” (sorvete) e também “sumos” (sucos) de frutas diversas, como o de “ananás” (abacaxi)

E quando vai em uma loja de roupa?

“Montra” nada mais é que a vitrine de uma loja. É lá que você encontra peças tão interessantes quanto uma “calça de ganga” (jeans), “T-Shirt” (camiseta), “fato” (terno), “peúgas” (meias) ou “sapatilhas” (não as de balé, mas o tênis normal, como chamam no Porto).

É tudo uma questão de tempo

Fato é que os portugueses estão mais acostumados às expressões dos brasileiros, graças, sobretudo, à invasão das telenovelas e à popularidade da música brasileira na cultura de Portugal. Para você se divertir e, ainda por cima, aprender, o site Hostelworld Brasil reuniu alguns desses exemplos curiosos e listou palavras e expressões com diferentes significados em Portugal e no Brasil.

Portugal                         Brasil

aluguer

aluguel

atar o atacador

amarrar o cadarço

banda desenhada

história em quadrinhos

biberão

mamadeira

briol

frio

chávena

xícara

comboio

trem

esferovite

isopor

equipa

equipe

fato-de-banho

maiô

filme dobrado

filme dublado

fixe / porreira

legal / bacana

geladeira

frigorífico

gira(o)

bonita(o)

hospedeira de bordo

aeromoça

Pai Natal

Papai Noel

passadeira de peão

faixa de pedestre

penso-rápido

band-aid

pequeno-almoço

café da manhã

piroco

cantada

portagem

pedágio

rapariga

moça

sandes

sanduíche

sebenta

apostila

talho

açougue

travão

freio

trolha

pedreiro

Se quiser viver nesse país maravilhoso, tenha suas dúvidas eliminadas e faça parte da nossa enorme equipe que com nosso curso atualizado entrou e se legalizou em Portugal, sabendo de tudo para tornar o processo rápido e simples.