Brasileiros enganados! Portugal denuncia mercado ilegal de vagas para a imigração de brasileiros

0
940
Compartilhe!

A vontade de chegar a Portugal é muita, mas muitos brasileiros acabam sendo enganados no processo! Relembramos que com o nosso passo a passo atualizado para morar em Portugal todo o processo vai se tornar mais simples.

recorde de 460 mil estrangeiros residentes em Portugal , dos quais a colônia brasileira de 105.423 pessoas é a maior, ajudou a sobrecarregar os serviços públicos do país e os consulados do Brasil . Superlotado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), responsável pelos vistos de residência, denunciou a existência de um mercado paralelo de venda de vagas para agendamentos. E os brasileiros têm sofrido com lentidão, filas e excesso de burocracia nos processos do Estado e dos postos consulares.

Sem perspectiva de abertura de novos agendamentos para a concessão e renovação dos vistos de residência, o SEF denunciou ao Ministério Público uma rede clandestina de venda de vagas na internet, com indícios de prática de crime de auxílio à imigração ilegal. Entre abril e maio deste ano, duas mil vagas desapareceram do sistema rapidamente. Mesmo sem espaço no calendário do órgão para 2019, o auxílio de terceiros para agendamento continua a ser anunciado em grupos de redes sociais e no site de negócios OLX.

As vagas no sistema foram preenchidas automaticamente por uma rede informática e robotizada, conhecida como bots, um malware capaz de fazer inúmeras repetições nos comandos de um site em pouco tempo, acredita o governo português. Há suspeita de as vagas terem sido capturadas por grupos particulares com base em encomendas de pacotes para prestação de serviços, como o agendamento e a preparação do pedido de autorização de residência.

“Exigimos medidas urgentes para que todos os imigrantes, que esperam por agendamentos há mais de sete e oito meses, tenham acesso direto e imediato ao seu agendamento sem terem que estar vergonhosamente sujeitos à exploração e extorsão de gente sem escrúpulos e máfias”, escreveu em sua página do Facebook a Solidariedade Imigrante, uma associação de apoio que diz ter recebido denúncias de que as vagas no mercado paralelo custam entre € 500 e € 600 (cerca de R$ 2,25 mil a R$ 2,7 mil).

Esta captura ajudou a desaparecer com as vagas nos grandes postos continentais de atendimento, como os de Lisboa, Porto e Faro. Os brasileiros têm viajado para o arquipélago dos Açores para tentar regularizar o visto, uma manobra que custa mais tempo e dinheiro.

Se quiser viver ou estudar nesse país maravilhoso, tenha suas dúvidas eliminadas e faça parte da nossa enorme equipe que com nosso curso atualizado entrou e se legalizou em Portugal, sabendo de tudo para tornar o processo rápido e simples.