200 reais para começar: Nova forma de comprar casa em Portugal está bombando

0
17056
Lisbon
Compartilhe!

Devido à subida acentuada no preço das casas, uma startup espanhola está lançando a possibilidade de potenciais investidores conseguirem comprar parte de uma casa em Lisboa, capital em Portugal, com a ajuda de outros investidores. Para se juntar ao grupo, pode começar com apenas 200 reais.

Se o mercado imobiliário português continuar desse jeito, pode ser a oportunidade de pessoas que nunca imaginariam ter dinheiro para comprar uma casa em Lisboa dobrarem ou triplicarem seu dinheiro em poucos anos. Com o nosso passo a passo atualizado para morar em Portugal todo esse processo vai se tornar ainda mais simples.

Centenas de investidores podem se juntar e ficar com uma casa

Chama-se Housers e é uma startup espanhola que chegou a Portugal atraída pelo boom do imobiliário. Todos podem tirar uma fatia para rendimento. Bastam 200 reais para poder começar com seus investimentos.

Segundo o jornal “Diário de Notícias”, um T1 de 49 metros quadrados em Campo de Ourique deu o pontapé de saída para o início da venda colaborativa de casas em Portugal. O pequeno apartamento na Rua Maria Pia foi vendido em 20 dias e não ganhou um, mas 453 novos donos. O que significa isto? Que o bom momento vivido pelo setor colocou Portugal na rota do investimento imobiliário para obtenção de um rendimento. A diferença em relação aos modelos tradicionais de compra de casa para revenda ou arrendamento é que neste caso a aquisição é feita num regime de crowdfunding , ou seja, financiamento coletivo.

Na primeira venda em Portugal, a Housers conseguiu angariar 193 mil euros em menos de um mês. O imóvel foi adquirido por 453 investidores, em que 4%, à volta de 20, já eram portugueses. O investimento médio ficou nos 400 euros, mas é possível avançar com apenas 50 euros. Metade dos compradores eram espanhóis: “Nessa altura não tínhamos praticamente portugueses. A base de investidores era muito espanhola – e os espanhóis, pela proximidade, conhecem bem Lisboa -, por isso foi um dos melhores arranques de projeto que já tivemos, revela João Távora, responsável pela Housers em Portugal.

Forma completamente inovadora de ter casa em Lisboa

Em Portugal, a expectativa é captar mais investidores. Atualmente, a fintech já conta com 800 a mil portugueses, num universo total de 73 mil investidores. “O objetivo é chegar aos 11 mil investidores nacionais em pouco tempo”, diz o responsável, detalhando que as análises apontam para um crescimento do mercado imobiliário português nos próximos três a cinco anos, período durante o qual querem continuar a investir em novos imóveis, diversificando a base de investimento em Portugal, e aumentando os pontos de potencial interesse para quem investe.

“Estamos procurando imóveis para investir e Lisboa é a nossa grande aposta em Portugal”, diz. O Porto está nos planos, mas ainda não encontraram “o” imóvel que dará o pontapé de saída para o negócio a norte.

Tenha suas dúvidas eliminadas e faça parte da nossa enorme equipe que com nosso curso atualizado entrou e se legalizou em Portugal, sabendo o passo a passo crucial para tornar o processo rápido e simples.

Facebook Comments