TURISMO TERÁ UMA GRANDE PARTICIPAÇÃO NO AUMENTO DE EMPREGOS EM PORTUGAL

1140

.

A análise da evolução recente do sector turístico em Portugal é o tema em destaque do Boletim Econômico do BdP de dezembro, divulgado esta terça-feira e no qual a instituição piorou as projeções de crescimento de Portugal, prevendo que o PIB cresça 2,1% em 2018 e 1,8% em 2019 – contra as previsões do Governo de crescimento de 2,3% em 2018 e 2,2% em 2019 – e prossiga depois para os 1,7% em 2020 e 1,6% em 2021.

.

Assim, sinaliza o BdP no documento, “existe a evidência de alterações estruturais no setor que deverá continuar a sustentar um crescimento forte do horizonte de projeção” (2018-20), entre eles a diversificação da proveniência de turistas estrangeiros, a distribuição geográfica mais abrangente dos turistas no território nacional e os sinais de uma menor sazonalidade dos indicadores.

.

Quer saber como morar em Portugal legalmente? CLIQUE AQUI

.

Do lado da oferta, o banco central destaca o “forte aumento da capacidade de alojamento turístico e da presença de companhias aéreas de baixo custo no mercado português”. Assim, conclui a instituição liderada por Carlos Costa, embora existam desafios, a comparação internacional indica margem “para um crescimento das exportações de turismo superior ao da atividade no horizonte de projeção, baseados nas vantagens comparativas da economia portuguesa neste sector”.

.

Por um lado, continua, a atividade turística tem uma elevada sensibilidade ao ciclo econômico global, pelo que uma deterioração das perspectivas de crescimento mundial terá certamente impacto neste sector. Há ainda, de acordo com o BdP, riscos de hostilidade por parte dos habitantes locais, a considerar, que poderão conduzir à deterioração da experiência turística e à degradação do patrimônio natural, cultural e histórico.

.

Os progressos realizados nestas áreas deverão ser aprofundados de forma a evitar potenciais efeitos de congestão na época alta ou de subutilização de infraestruturas na época baixa, bem como o impacto negativo da sazonalidade sobre o mercado de trabalho, onde contribui para aumentar o emprego temporário e precário”.

.

.

Quer aprender a trabalhar em casa e sem riscos? CLIQUE AQUI.