Oportunidade! Novo medida baixa aluguel no Porto e Lisboa para valores impensáveis

0
3461
Compartilhe!

O Governo de Portugal está fazendo de tudo para que o aluguel das grandes cidades seja acessível para todas as famílias. Relembramos que com o nosso passo a passo atualizado para morar em Portugal todo o processo vai se tornar mais simples.

Felizmente um novo programa, que vai começar dia 1 de julho, vai fazer com que os preços baixem muito e que as pessoas possam novamente ter capacidade para viver no centro das cidades, próximas de seus locais de trabalho e família.

Mudança radical no preço do aluguel no Porto e Lisboa

Os senhorios que queiram alugar um T2, no concelho de Lisboa, só poderão cobrar até 1150 euros por mês, no âmbito do Programa de Arrendamento Acessível (PAA), escreve o jornal Público. No mercado livre, essa renda seria de 1228 euros, por mês. O preço máximo de renda pode variar entre 200 euros para tipologia T0 e 1700 euros para T5, dependendo da posição dos concelhos por escalões, em que apenas Lisboa está nos valores mais elevados.

Como garante o site do jornal “Público”, o Programa de Arrendamento Acessível entra em vigor a partir de 1 de julho — com o Instituto de Habitação e de Reabilitação Urbana (IHRU) a colocar online a Plataforma do Arrendamento Acessível, que terá simuladores para definir valores máximos de renda. As ações de divulgação arrancam já esta sexta-feira, no âmbito do Salão Imobiliário do Porto.

Mas esta quinta-feira já é possível saber como vai funcionar: foram publicadas três portarias em Diário da República, que definem os limites gerais de preço de renda mensal por tipologia e por concelho.Segundo as portarias, o posicionamento dos 308 concelhos portugueses por seis escalões pode ser objeto de “atualização anual, por despacho dos membros do Governo responsáveis pelas áreas das finanças e da habitação, com base na variação do valor mediano das rendas por metro quadrado de novos contratos de arrendamento divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE)”.

Com base na tabela que divide os concelhos por seis escalões, enumerados por valor crescente, Lisboa é o único concelho que se posiciona no escalão 6 com rendas mais elevadas, em que o limite do preço de renda mensal para tipologia T0 é de 600 eurosT1 até 900 eurosT2 até 1150 euros, T3 até 1375 euros, T4 até 1550 euros, T5 até 1700 e superior a T5 até 1700 euros mais 150 euros por cada quarto acima de T5.

No escalão antecedente ao de Lisboa, estão os concelhos de Cascais, Oeiras e Porto, em que o limite do preço de renda mensal para tipologia T0 é de 525 euros, T1 até 775 euros, T2 até 1000 euros, T3 até 1200 euros, T4 até 1350 euros, T5 até 1500 e superior a T5 até 1500 euros mais 100 euros por cada quarto acima de T5.

Se quiser viver ou estudar nesse país maravilhoso, tenha suas dúvidas eliminadas e faça parte da nossa enorme equipe que com nosso curso atualizado entrou e se legalizou em Portugal, sabendo de tudo para tornar o processo rápido e simples.

Facebook Comments