Minha cirurgia plástica em Portugal

Minha cirurgia plástica em Portugal

Muitas pessoas já sabem que eu realizei um procedimento estético em Portugal, mas o que eu não imaginava era que receberia tantos e-mails solicitando informações de como tudo aconteceu, por este motivo, decidi escrever este artigo, contando todos os passos que me fizeram tomar esta decisão, até a conclusão e os resultados finais.





Decisão

Sempre tive vontade de fazer uma cirurgia estética, colocar um dia próteses mamárias era uma missão em minha vida. Era uma questão de complexo mesmo, toda mulher sabe o que lhe incomoda e eu me sentia muito incomodada com relação às mamas, que sempre foram pequenas.  Então isso era o que mais me motivava a manter meu sonho de fazer uma cirurgia, o meu bem estar, o me sentir bem comigo mesma, mas eu sei que as coisas não são tão simples assim.

Sempre deixei este plano para “depois”, pois a minha ideia de fazer uma cirurgia plástica seria em um momento que não me causasse preocupações com outras questões.

Viemos para Portugal e esta “intenção” diminuiu… pois eu imaginava que teria que ir ao Brasil se quisesse fazer este procedimento. Quando chegamos a Portugal minha filha Maria Clara tinha poucos meses e eu ainda me recuperava de uma cesariana, então pensar em cirurgia plástica não era o momento mesmo.  Meu objetivo era reconstruir a minha vida e recuperar meu corpo após uma segunda cesárea

Tudo aconteceu maravilhosamente bem, exceto, a recuperação do meu corpo.
Tinha algo errado com a minha barriga, por mais que eu perdesse uns quilinhos a minha barriga sempre “estava para frente”, àquilo era entranho pra mim, pois na minha primeira gravidez isso não aconteceu. Aí descobri algo que pra mim foi terrível.  Tive diástase na minha segunda gravidez, a diástase não é um problema de saúde, é um problema estético. Resumidamente a diástase é o afastamento dos músculos da parede abdominal durante a gestação. E estes músculos não voltam pro lugar.

Vou mostrar na imagem abaixo o que é um abdômen com diástase.

Dá para ter uma ideia com o exemplo acima, mas na vida real, uma mulher que tem diástase sofre muito, sempre coloca roupas maiores que seu numero para que “não marque” o corpo.
Outra coisa que me chateava bastante, é que estava se tornando comum ouvir a pergunta “está grávida?” por causa da barriga pra frente.

Nada contra a gravidez, tenho duas filhas que são a minha vida, mas o meu corpo não estava colaborando com o que eu estava vivendo.

Na vida real uma barriga com diástase fica assim.

Existe ainda a Sobra da pele, que é algo que não consegue ser corrigido com exercícios, e a abertura do abdômen também. Mostrei um exemplo acima, mas vendo a minha diástase vocês vão entender como uma mulher sofre com isso a aparência do abdômen é parecida.

Esta foto é de dois anos após minha segunda gestação.

Desde a minha chegada a Portugal realizei muitas coisas, reconstruí a minha vida do zero, realizei meu sonho de morar próximo da praia, temos conforto, uma boa casa, roupas, carro, alimentação, contas em dia, passeios… Acho que estava chegando a hora de eu tomar uma decisão importante. Pois para minha realização pessoal, então foi quando comecei a planejar a minha cirurgia plástica.
Que até então, na minha cabeça seria uma Lipoaspiração + próteses mamárias, o que não imaginava é que não seria bem como eu estava imaginando.

Brasil ou Portugal?

Esta era uma dúvida cruel que batia na minha cabeça, perguntei a algumas pessoas que já haviam feito cirurgia plástica e que moram em Portugal sobre onde fazer. A primeira resposta foi: Fiz no Brasil




Comecei a fazer o planejamento. Passagens aéreas, airbnb, seguro viagem, aluguel de carro, o tempo que teria que ficar no Brasil e notei que não valia a pena tanto esforço, era melhor fazer por Portugal. Perto de casa, no conforto com a minha família e mantendo meu trabalho.   Mas então surgiram outras dúvidas.

Onde fazer? Lisboa ou Porto?

Fiz muitas pesquisas pela internet e achei alguns fóruns onde falava que era mais barato fazer no Porto. Foi então que comecei a planejar minha ida de Cascais ao Porto para iniciar as avaliações, liguei para algumas clinicas que já me passaram a média de valores por telefone. Conversei com meu marido e ele perguntou por que eu não pesquisava em Lisboa, aí eu falei sobre a diferença de valores, mas ele disse que as informações destes blogs poderiam estar desatualizadas, por isso seria bom pesquisar e ter certeza de que realmente existia uma diferença de valores boa para tal deslocamento.

Comecei a ligar para as clinicas de Lisboa, algumas ofereciam as médias de valores por telefone, outras só passariam os valores após uma avaliação do caso.

Percebi que os valores médios não tinham diferença dos valores do Porto, haviam clinicas que cobravam bem mais do que a média sim e eu acho que isso sempre vai ter. Mas dizer que pode pagar menos fazendo uma cirurgia no Porto eu percebi que era mais um “mito” do que uma realidade.

Em seguida, vou explicar porque os valores passados são sempre uma média e é bom saber o porquê passam médias e não valores exatos.

Como escolhi a clínica?  Marquei algumas avaliações em clinicas de Lisboa, precisava conversar com mais de um médico, ver as condições da clinica, sentir como seria o atendimento, e precisava saber se todos dariam a mesma avaliação. Pois como eu pensava em lipo e prótese, precisava de uma ideia de tamanhos de prótese e qual se adequaria melhor ao meu corpo.

Qual foi o meu diagnóstico?

Tinha quatro consultas marcadas pra mesma semana, na primeira clinica que fui chamada MY Moment, fui atendida pela assistente do cirurgião.
Ela pediu para que eu tirasse parte da roupa, deu uma vista de olhos, e disse que estava tudo ok, me passou o orçamento para que eu retornasse depois com a aprovação ou reprovação.
Salientou que na clinica eles tem acordo com banco para fazer financiamento da cirurgia, mas como não era o meu caso, peguei o orçamento e guardei para comparar com os próximos.

Depois eu teria uma consulta com a Dra. Luísa Magalhães, mesmo sabendo que os valores médios dela eram bem superiores a demais consultas que fiz por telefone, recebi uma ligação de reagendamento da avaliação, onde teria que aguardar em média 15 dias para ser atendida.

Foi então que ainda na mesma semana, fui à consulta na clinica do Dr Tiago Baptista Fernandes lá recebi o atendimento da assistente do cirurgião a enfermeira Denise Baltazar e da fisioterapeuta Alexandra Fernandes.

Ao chegar para avaliação, tirei a roupa e fui para frente de uma máquina, que mostraria meu corpo na tela do computador em 3D em 360 graus, para podermos ter uma noção do que seria feito.

O aparelho que faz este tipo de simulação se Chama Vectra 3D, e ele é capaz de dizer quanto deve diminuir ou aumentar no seu corpo.
Além disso, o Vectra é capaz de mostrar, como o seu corpo vai ficar após a cirurgia. Como mostro na imagem abaixo

Além disso, através deste aparelho é possível verificar possíveis correções. Algumas pessoas têm caimento da mama, ou uma um pouco maior que a outra, pode ter a aréola grande, podendo diminuir ela para que a cirurgia no final seja um sucesso e gere uma plena satisfação a quem faz.

Na simulação eu fiquei super empolgada com a questão das próteses, mas levei um susto ao saber que no meu caso, lipoaspiração não ia me ajudar.

Como mencionei antes, tinha diástase e uma sobra de pele devido à última gravidez, a lipoaspiração tiraria a gordura, mas deixaria mais evidente esta sobra de pele e diástase, então foi recomendado a LIPO-ABDOMINOPLASTIA.

Enquanto conversava sobre isso com a Denise, o Dr Tiago Baptista Fernandes (cirurgião) entrou na sala, (eu só tinha consulta com ele marcada pra próxima semana), ele me atendeu ali na hora, e como um professor ele nos explicou exatamente porque era necessário fazer a lipo-abdominoplastia no meu caso.
Meu marido que estava junto comigo, ele era quem tinha mais receios, ficou super seguro com os esclarecimentos do Doutor e sobre o procedimento, sentiu muita confiança.

Eu fiquei assustada, pois tinha planejado um procedimento ambulatorial, onde estaria no mesmo dia em casa, com a abdominoplastia teria que refazer os meus planos. Neste dia praticamente passei à tarde na Clinica com o Dr Tiago Baptista Fernandes e sua equipe, fui apresentada aos profissionais, ao quarto particular onde ficaria como seria a assistência pós-cirúrgica, as refeições, recebi um manual com os procedimentos e plano de tratamento.  Vi o orçamento e notei que devido ao excelente atendimento e preço compatível com o que eu almejava, era ali onde eu faria minha cirurgia plástica.

Quais foram os valores que paguei?

Como eu havia falado antes, o valor depende de pessoa para pessoa.
De quais procedimentos precisam ser feitos, quanto de gordura será retirado, etc.

Por exemplo, uma lipoaspiração pequena, não pode ter o mesmo valor de uma lipoaspiração grande. Uma mamoplastia de aumento não pode ter o mesmo valor de uma mamoplastia, com mastopexia. Por isso os valores que irei passar, são os valores que EU paguei, conforme o que eu necessitei fazer. Ficando bem claro que dependendo da pessoa e do procedimento o valor pode ser menor ou maior.

Meus valores:

Mamoplastia de aumento
Lipoescultura
(Zona abdominal, flancos, costas, omoplatas, axila e mama lateral)
Abdominoplastia
(Retirada do excesso de pele, transposição do umbigo e reparação dos músculos – diástase).

O valor total ficaria em 12.920 euros, mas como o procedimento foi feito todo de uma vez só, ficou mais em conta, totalizando 11.628,00 euros. Marquei a cirurgia para dia 24/07 para me dar de aniversário este presente e finalmente realizar meu sonho.

Ainda sobre os valores, como faltavam ainda 13 dias para a cirurgia eu aproveitei para fazer os exames necessários e já transferir o valor da cirurgia para a Clinica.

Mas para quem pretende fazer a cirurgia e não tem todo o valor em mãos, eles disponibilizam de um método de parcelamento.

Descrição do parcelamento:

  • Sinal no momento da marcação da cirurgia (pode ser de 500 á 1000 euros);
  • Primeira prestação (80% do valor total), até dois dias antes da cirurgia;
  • Seis prestações seguintes através de cheques pré-datados;
  • Ou 12 prestações seguintes através de cheques pré-datados.

O valor inicial para marcação do bloco cirúrgico é abatido do valor total da cirurgia e o valor depende do procedimento que vai ser realizado.




A clinica disponibiliza uma conta no Banco Millenium onde podem ser feitos os pagamentos, caso queiram pagar de forma adiantada como eu fiz.

Quais exames precisaram fazer para a cirurgia?

– Análise de sangue
– Ecografia da parede abdominal (partes moles)
– Raios-X do tórax
– Ecografia mamária
– Mamografia

Quanto custaram os exames? Os exames eu fiz pela IMI Imagens Integradas em Cascais, como possuo seguro saúde da Medicare, paguei menos pelos exames, totalizando aproximadamente 300 euros em exames. Depois dos exames prontos, só faltava à cirurgia.

Esta foto foi no dia da cirurgia, confesso que passei alguns dias preocupada, pois nunca fiquei longe de casa por dois dias, mas estava feliz, pois voltaria uma mulher realizada.

Antes da cirurgia tirei esta foto, passei alguns dias ansiosa, nervosa, mas no dia da cirurgia estava muito tranquila e calma. Apenas ansiosa para acordar e ver tudo novo hehehehe

 

 RECUPERAÇÃO

Vale lembrar que eu fiz três procedimentos e que não é nada fácil fazer um procedimento, quem dirá três. Então a minha recuperação foi bem mais complexa do que apenas colocar uma prótese mamária.

Geralmente quem coloca próteses no mesmo dia está em casa.
Lipoaspiração também é considerado um procedimento mais simples quando é feito sozinho.

Como foi feito a Lipoescultura, abdominoplastia e a prótese mamária a recuperação foi um tanto dolorosa.
Quando acordei na clínica a primeira coisa que pensei foi “Meu Deus o que eu fiz?” hahahahaha a gente nunca está preparado para uma situação mais difícil, a gente só espera pelo resultado final.
Eu fiquei com dois drenos, um em cada mama, mais dois drenos na parte de baixo da barriga. Todas as vezes que tive dor, fui medicada e atendida com muito carinho. Isso me fez criar um carinho especial pelos funcionários da clinica, que me trataram tão bem.

As enfermeiras da noite sempre atenciosas faziam carinho na minha cabeça enquanto as medicações não faziam efeito.
A funcionária que me trazia as refeições me fez sentir em casa, com tamanha atenção e carinho que me deu. Foi muito mais do que um procedimento estético. Por dois dias fiquei no Instituto Português de Cirurgia Plástica e fui tão bem tratada que guardo no meu coração o rosto de cada pessoa que passou pelo meu quarto.

Sei que muitas pessoas em algum lugar já passaram por momentos difíceis após suas cirurgias, e eu tinha muito medo da “brutalidade” que poderia encontrar. Mas a minha experiência de cirurgia superou as expectativas no quesito excelência.
Em dois dias fui para casa, ainda com os drenos, que tirei uma semana após a cirurgia. Os pontos foram retirados com 10 dias.

Recebi uma receita com todas as medicações que deveria tomar em casa, e um pequeno manual de cuidados no pós-cirúrgico (este manual recebi por e-mail antes da cirurgia).

Foram retirados 4,5 litros de gordura e 950 gramas de pele

No começo a gente fica inchada, e com alguns hematomas devido à lipo, mas em 10 dias tratando de forma correta já havia desinchado bastante e as manchas na pele já haviam desaparecido. Vale lembrar que a recuperação é de pessoa pra pessoa e que o cuidado é fundamental.

Comer alimentos que evitam o inchaço ajuda muito no pós-operatório. Proteínas ajudam na cicatrização, por isso fiz tudo exatamente como me mandaram.

Minha maior dificuldade foi mesmo andar de forma ereta, pois a abdominoplastia a gente demora um pouquinho para corrigir a postura, levei uns 13 dias para conseguir andar mais “retinha”.

Eu que já usava roupas de tamanho sempre maior para não marcar a barriga, era assim antes.

Neste período de recuperação já se foram 10kg

Vale lembrar que o procedimento ajuda muito, levanta a autoestima, mas se não forem tomados os cuidados necessários seu investimento pode ser jogado fora. Uma alimentação baseada em proteínas e saudável ajuda muito no processo.

Espero poder ter te ajudado a tirar suas dúvidas.

Obrigado ao Instituto Português de Cirurgia Plástica pelo excelente atendimento. Ao Dr. Tiago Baptista Fernandes e equipe, a Claudia e ao Miguel.

Quem ainda ficou com dúvidas poderá mandar e-mail para contato@moraremportugal.com

Cadastre-se em nossa Lista

Patrícia Alves

Fundadora e proprietária do site Morar em Portugal.
Mãe, esposa, web marketeer e imigrante em Portugal.
Mora em Cascais com o marido e as filhas.

Clique no ícone do Facebook para acessar meu perfil

Website: https://moraremportugal.com