Morar em Portugal – Brasileiros Aproveitam a Oportunidade

Morar em Portugal – Brasileiros Aproveitam a Oportunidade

Os portugueses descobriram o Brasil, mas agora é a vez dos brasileiros (re) descobrirem Portugal. Desde o ano passado, o número de brazucas buscando oportunidades do outro lado do Atlântico disparou. Segundo informações do Gabinete de Estudos da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (Apemip), somente no segundo trimestre de 2016, o número de brasileiros adquirindo imóveis em terras portuguesas ultrapassou o de chineses, ficando atrás apenas dos investidores britânicos e franceses.

Através dos últimos dados portugueses do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) é possível constatar que em 2014 foram concedidos 6.068 vistos de residência a brasileiros, totalizando 87.493 brazucas em Portugal. Esse número representa 22,1% dos estrangeiros que vivem legalmente no país europeu. O perfil desse público é formado, em maior parte, por estudantes matriculados em programas de especialização e doutorados, funcionários públicos, aposentados, pequenos empresários e descendentes de portugueses.

Mas além do bom negócio através de investimento em imóveis, a qualidade de vida do país europeu também tem encantado alguns brasileiros. De acordo com a mais

Ao se mudar para Portugal, a Família do jornalista Álvaro Filho fez o caminho que muitos brasileiros tem optado desde 2016
Ao se mudar para Portugal, a Família do jornalista Álvaro Filho fez o caminho que muitos brasileiros tem optado desde 2016

recente edição do relatório Fairness for Children, divulgado pela Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), Portugal foi eleito como um dos 20 melhores países do mundo para criar os filhos. O país, inclusive, é o único entre os europeus que continua melhorando sua educação desde os anos 2000.

Em 2014 foram concedidos 6.068 vistos de residência a brasileiros, totalizando 87.493 brazucas em Portugal

Em setembro do ano passado o jornalista Álvaro Filho deixou o Recife e se estabeleceu em Lisboa. O objetivo era cursar um doutorado em Comunicação, mas a mudança trouxe benefícios para seus dois filhos, Mathias, de 2 anos, e Arthur, de 13 anos, que estão “tendo um grande ganho cultural”. Enquanto o mais novo está matriculado numa creche particular, o mais velho começou o ano letivo no sistema público de educação português. A língua não tem sido um obstáculo para a adaptação das crianças que frequentam as aulas em horário integral.

Arthur e Matias estão cursando aulas em tempo integral e se adaptando bem às mudanças Foto: acervo pessoal
Arthur e Matias estão cursando
aulas em tempo integral e se
adaptando bem às mudanças
Foto: acervo pessoal

“As creches são privadas e a educação pública é só a partir dos três anos. O valor é proporcional ao salário dos pais: ou seja, todos estudam juntos, mas cada um paga proporcional ao que a família ganha. Ele [Mathias] ainda convive com crianças de outros países, da Itália, Índia, Bangladesh. É um ganho cultural”, explicou Álvaro.

Em 2014 foram concedidos 6.068 vistos de residência a brasileiros, totalizando 87.493 brazucas em Portugal

Já no caso do filho mais velho a educação pública portuguesa mostra uma grande diferença ante a brasileira. “Arthur começou agora pois acabou o ano letivo no Brasil. Ele está na escola, que são sempre são perto de onde se mora ou trabalha. As aulas são pela manhã e à tarde. Os pais compram o material didático, com valores proporcionais à renda da família. Além das disciplinas regulares (português, matemática, história…), ele tem aula de educação visual, tecnologia da informação. O inglês e o francês são obrigatórios”, resumiu o jornalista recifense.

Segurança e satisfação são dois dos fatores que aumentam a qualidade de vida em Portugal Foto: acervo pessoal
Segurança e satisfação são dois dos fatores que
aumentam a qualidade de vida em Portugal
Foto: acervo pessoal

Ainda segundo Álvaro Filho, apesar da qualidade de ensino ser diferenciada, o principal ganho dos filhos em morar em terras portuguesas é a autonomia conquistada. “Lisboa é a capital mais segura da Europa. Enquanto no Recife eu tinha que vigiar para ele ir no inglês a duas quadras de casa, aqui ele vai e volta sozinho, andando. Almoça com os colegas e tudo”, comentou. Álvaro e família devem voltar para o Brasil em 2019, até lá eles desfrutam das oportunidades ofertadas por um dos países onde educar os filhos é mais “fácil”.

“ Enquanto no Recife eu tinha que vigiar para ele ir no inglês a duas quadras de casa, aqui ele vai e volta sozinho, andando ”

Confira o ranking proposto pela Unicef

A Unicef coloca o território português entre os locais com mais vantagens para quem quer viver em família e proporcionar a melhor vida possível às crianças. Entre os critérios adotados para definir o ranking estão educação, saúde, rendimentos, diferença entre famílias ricas e pobres e satisfação geral com a vida.

1º – Dinamarca

2º – Finlândia

3º – Noruega

4º – Suíça

5º – Áustria

6º – Holanda

7º – República da Irlanda

8º – Estônia

9º – Eslovénia

10º – Letônia

11º – República Checa

12º – Croácia

13º – Austrália

14º – Alemanha

15º – Grécia

16º – Hungria

17º – Reino Unido

18º – Estados Unidos da América

19º – Portugal

20º – Islândia

Fonte: UOL

Precisa de uma orientação, um passo a passo que tenha todas as informações que você precisa reunidas para você Morar em Portugal?

Conheça um PASSO A PASSO para Morar em Portugal

Morar em Portugal é um guia completo para quem deseja trabalhar, residir ou passear na terra de Cabral.

  1. Você vai ganhar tempo em ter que buscar todas as informações que estariam mastigadas na sua mão
  2. Você vai economizar dinheiro com gastos desnecessários se resolver procurar tudo sozinho
  3. Vai ter acesso as experiências de outros brasileiros em Portugal
  4. Irá viajar preparado sabendo tudo o que precisa com todas as informações
  5. Terá acesso a um conteúdo atualizado ao invés de ficar procurando em páginas antigas da internet
  6. Conteúdo digital com acesso em celular, tablet e computador para ler quando quiser a hora que quiser

Ao acessar o guia, você terá acesso as informações abaixo:

  1. Planejamento de moradia
  2. Emissão de passaporte comum
  3. Emissão de passaporte de emergência
  4. Quanto levar em dinheiro?
  5. Como escolher passagens aéreas?
  6. Como escolher hotel barato?
  7. Que documentos autenticar no Brasil?
  8. Documentos necessários para apresentar na Imigração
  9. Média de custos para os primeiros meses de moradia
  10. Despesas básicas
  11. Que documentos preciso ter para morar em Portugal?
  12. Onde morar?
  13. Como consigo vagas de emprego em Portugal para brasileiros?
  14. Matriculas escolares para filhos
  15. Como faço para me legalizar?
  16. Como tirar habilitação em Portugal?
  17. Comprando carro barato em Portugal
  18. Como estudar em uma universidade portuguesa?Portugal precisa de mais imigrantes

Fundadora e proprietária do site Morar em Portugal.
Mãe, esposa, web marketeer e imigrante em Portugal.
Mora em Cascais com o marido e as filhas

Clique no ícone do Facebook para acessar meu perfil

Saiba como Morar em Portugal

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Suas informações estarão protegidas

Comments are closed.
%d bloggers like this: